FIV Babble
O que causa infertilidade?
A infertilidade é um assunto delicado e desafiador. Se você está lutando para engravidar, a tristeza, a vergonha, a raiva e a frustração podem começar a consumir toda a sua vida. Saber as causas de sua infertilidade pode ajudá-lo a tomar decisões informadas sobre suas opções de tratamento.

Pode ser difícil encontrar informações confiáveis ​​na Internet - há toneladas de informações conflitantes por aí. Mas há algumas coisas que você deve saber se estiver tentando ter um bebê - especialmente se você está no final dos 30 ou 40 anos e está tendo problemas para conceber. É por isso que compilamos este guia para ajudá-lo a compreender as causas mais comuns de infertilidade.

As causas da infertilidade são freqüentemente divididas em três categorias: problemas de fertilidade do fator masculino (por exemplo, baixa contagem de espermatozóides ou baixa motilidade), problemas de fertilidade do fator feminino (por exemplo, endometriose, SOP e miomas) e infertilidade inexplicada. A causa da infertilidade pode variar de pessoa para pessoa e de casal para casal, mas existem algumas causas comuns sobre as quais falaremos agora.

Causas comuns de infertilidade em mulheres

Existem muitas condições e fatores diferentes que podem causar infertilidade em mulheres e pessoas AFAB (designadas como mulheres ao nascer).

Síndrome do Ovário Policístico (SOP)

Síndrome do ovário policístico (SOP) descreve um conjunto de sintomas em mulheres que estão relacionados a andrógenos elevados. Pode causar problemas de fertilidade e outras complicações, como ganho de peso, crescimento excessivo de pelos, calvície ou períodos muito longos.

O termo 'policístico' significa que os ovários aumentam de tamanho devido a bolsas cheias de líquido, chamadas folículos ou “cistos foliculares” (apesar de não serem cistos). Esses sacos produzem hormônios, incluindo estrogênio e testosterona, mas geralmente mais androgênio (um hormônio sexual masculino) do que o normal. Esse excesso de produção de andrógenos perturba seu ciclo menstrual, dificultando a liberação de óvulos pelos ovários a cada mês.

Felizmente, a SOP muitas vezes pode ser tratada com terapia hormonal e / ou medicação. A perda de peso também pode ajudar a melhorar os sintomas da SOP, assim como uma dieta saudável e muitos exercícios físicos.

Problemas de tireóide

Problemas de tireoide são uma das principais causas de infertilidade. Ter uma glândula tireoide hiperativa ou hipoativa pode prevenir a ovulação, tornando mais difícil engravidar. No entanto, nem toda mulher com problemas de tireoide terá problemas de infertilidade.

Dito isso, se você está tentando engravidar e enfrentando dificuldades, seu médico pode fazer testes na glândula pituitária e nos níveis da tireoide.

Os dois principais tipos de hormônio tireoidiano do corpo são a triiodotironina (T-três) e a tiroxina (T-quatro). Se você produzir muito ou pouco de qualquer um deles, poderá ter ganho ou perda de peso, aumento da intolerância ao frio, constipação, fadiga, dificuldade para dormir, dores nas articulações e queda de cabelo. Na maioria dos casos, os problemas de tireóide podem ser tratados com medicamentos - fale com seu médico e especialista em fertilidade.

Endometriose

A endometriose ocorre quando as células do revestimento (endométrio) de seu útero (útero) crescer em outras partes do corpo. Por exemplo, eles podem crescer em seus ovários ou trompas de falópio e em seu estômago, fígado, rins e até mesmo cérebro. Isso pode causar dor e problemas de fertilidade, especialmente se os tumores estiverem dentro ou aderidos aos ovários.

A endometriose pode ser tratada com medicamentos de terapia hormonal, como análogos do hormônio liberador de gonadotrofina (GnRH) que reduzem os níveis de estrogênio, pílulas anticoncepcionais que contêm progesterona ou cirurgia para remover o excesso de tecido

Miomas uterinos

Miomas são tumores não cancerosos que crescem das células musculares lisas do útero. Embora sejam mais comuns em mulheres que já passaram pela menopausa, também podem ocorrer em mulheres mais jovens. Eles podem causar dor e problemas menstruais, incluindo períodos abundantes, infertilidade e abortos espontâneos recorrentes.

Os tratamentos para miomas uterinos incluem terapia hormonal e / ou cirurgia para remover os miomas.

Adenomiose

A adenomiose é uma doença em que o tecido que geralmente reveste o útero (endométrio) cresce para o músculo uterino. Isso pode causar períodos dolorosos e tornar mais difícil engravidar.

As opções de tratamento para a adenomiose incluem terapia hormonal ou cirurgia para remover o tecido que está causando a dor, dependendo dos sintomas que você apresenta. Se sua condição causou sangramento anormal, outros tratamentos também podem ser necessários (como uma histerectomia). Dito isso, atualmente não há recomendações formais sobre o tratamento da adenomiose para aumentar a chance de concepção. Portanto, é importante falar com seu especialista em fertilidade.

Malformações uterinas

Malformações uterinas, como útero bicorno ou síndrome de Asherman, podem ser congênitas (algo com que você nasceu) ou podem ser adquiridas. Eles podem tornar muito difícil engravidar e permanecer grávida.

Um útero bicorno ou septado é uma condição congênita que causa uma divisão física em seu útero. Isso pode dificultar a concepção natural e pode causar aborto espontâneo se engravidar. A Síndrome de Asherman, por outro lado, ocorre onde há cicatrizes dentro do útero, o que pode torná-lo rígido. Isso também pode dificultar a gravidez e aumentar o risco de aborto espontâneo, caso você engravide. A cirurgia é o único tratamento para as malformações uterinas - fale com o seu médico e um especialista em fertilidade.

Insuficiência ovariana prematura

Insuficiência ovariana prematura (também conhecida como insuficiência ovariana prematura) ocorre quando uma mulher experimenta a menopausa antes dos 40 anos. Ela pode causar infertilidade e outros problemas de saúde, como osteoporose. A Insuficiência Ovariana Prematura geralmente é causada por uma condição médica, como a quimioterapia. Também pode ser o resultado de anormalidades genéticas ou doença autoimune que ataca o tecido ovariano saudável.

Os sintomas de insuficiência ovariana prematura incluem irregularidades menstruais, como períodos abundantes, sangramento irregular e ausência de menstruação, afrontamentos e secura vaginal.

Se você começar a sentir sintomas de insuficiência ovariana prematura, é crucial que fale com seu médico imediatamente e comece a pesquisar as possíveis causas. Você também pode tomar medidas para proteger a fertilidade deles, como congelar seus óvulos.

Doença inflamatória pélvica

Doença inflamatória pélvica (PID) é uma infecção que pode afetar seus órgãos reprodutivos, especialmente as trompas de falópio. Os sintomas de DIP incluem dor abdominal e sensibilidade, febre, corrimento vaginal incomum com um odor fétido ou sangramento menstrual entre os períodos.

Os sintomas podem ser leves a graves em alguns casos e podem durar de alguns dias a alguns meses. PID pode causar infertilidade em casos graves ou mesmo levar a complicações com risco de vida, como sepse e gravidez ectópica.

A DIP geralmente é causada por uma infecção sexualmente transmissível (DST) não tratada, como clamídia ou gonorréia. Em muitos casos, pode ser tratada com medicamentos e sua fertilidade pode ser totalmente restaurada. No entanto, se não for tratada, pode causar um acúmulo de tecido cicatricial que torna difícil ou impossível para um óvulo viajar pelas trompas de falópio.

Problemas de mucosa cervical

O muco cervical deve ficar mais fino quando você ovula, permitindo que os espermatozoides nadem facilmente pelo canal vaginal e pelas trompas de falópio para chegar ao óvulo. No entanto, se o muco cervical for muito espesso ou muito ácido, pode ser difícil para o espermatozóide encontrar seu caminho. Problemas menores geralmente se resolvem sozinhos, mas problemas mais graves podem exigir medicação hormonal ou tratamentos de fertilidade para serem superados.

Causas comuns de infertilidade em homens

Aqui estão algumas das causas mais comuns de infertilidade em homens e outras pessoas AMAB (designadas do sexo masculino no nascimento).

Baixa contagem de espermatozóides

A baixa contagem de espermatozóides é uma das causas mais comuns de infertilidade em homens. O número médio de níveis normais de fertilidade varia de 20 milhões / ml-120 milhões / ml. Se seus números ficarem abaixo desse intervalo, você pode ter problemas em ser capaz de conceber naturalmente. A baixa contagem de espermatozóides costuma ser causada por varicocele, exposição a toxinas, como pesticidas e metais pesados, ISTs, como gonorreia ou clamídia, e trauma testicular.

Fraca motilidade

A motilidade deficiente dos espermatozoides também é uma causa comum de infertilidade em homens. Os espermatozoides saudáveis ​​movem-se rapidamente e com propósito, mas a baixa mobilidade significa que é preciso mais energia para as células viajarem, o que muitas vezes as leva a ficar presas ou perdidas ao longo da jornada. Isso pode ser causado por uma infecção como clamídia ou gonorreia, bem como problemas como varicocele e trauma testicular e baixa contagem de espermatozoides.

Problemas com a forma do esperma (morfologia)

A forma do esperma (morfologia) é outra causa da infertilidade em homens. A cabeça deve ter formato oval para que possa remendar com eficácia a membrana externa do ovo. No entanto, se a célula tiver duas caudas ou for muito arredondada, ela não poderá fertilizar o óvulo com eficácia. A morfologia pobre dos espermatozoides é causada pelo aumento da temperatura testicular, exposição a produtos químicos tóxicos, DSTs e características genéticas.

Varicocele e anormalidades testiculares

A varicocele é um aumento anormal das veias do cordão espermático. É uma causa comum de infertilidade e pode ser tratada com cirurgia. No entanto, é importante descobrir o que está causando sua varicocele antes de procurar opções cirúrgicas. algumas das causas mais comuns de varicocele incluem lesão no escroto, falha das válvulas nas veias e fluxo sanguíneo anormal.

As varicoceles podem causar infertilidade masculina se não forem tratadas. Isso é especialmente verdadeiro para aqueles com varicocele em ambos os lados, pois pode causar danos a mais da metade de sua capacidade de produção de esperma.

hipogonadismo

hipogonadismo ocorre quando os testículos não produzem testosterona suficiente, causando baixo volume de sêmen e baixa produção de esperma. A condição pode ser causada por problemas genéticos, exposição à radiação ou uma doença auto-imune que desativa a capacidade natural do corpo de produzir testosterona.

Você pode tratar o hipogonadismo tomando testosterona exógena, mas pode ser possível tratar a doença sem ajuda farmacêutica. Fale com o seu médico de família ou um especialista sobre suas opções.

Conteúdo relacionado

aqui estão algumas dicas e orientações úteis para saber mais sobre as causas da infertilidade visite aqui

Instagram

Erro ao validar o token de acesso: a sessão foi invalidada porque o usuário alterou sua senha ou o Facebook alterou a sessão por motivos de segurança.